Partilhe nas Redes Sociais

A Estação da Biodiversidade da Ribeira da Foz teve a participação da Altri florestal

Rede das EBIO conta com uma nova estação da biodiversidade

A Estação da Biodiversidade da Ribeira da Foz integrou no passado dia 30 de Maio a rede das EBIO. Trata-se de um percurso circular de dois quilómetros, ao longo dos quais existem nove painéis de informação sobre a biodiversidade. O destaque informativo vai para os insectos e as plantas. 
A primeira parte do caminho atravessa a densa galeria ripícola, continuando por uma antiga levada até à nova ponte pedonal suspensa que permite transpor a ribeira logo a seguir ao açude. Na outra margem, o percurso da EBIO dá para 
o corredor contínuo de vegetação nativa que envolve a ribeira.

Tal como referido, as estações da biodiversidade que se encontram na rede das EBIO são pequenos percursos pedestres, que não ultrapassam os três quilómetros, e estão sinalizados no terreno através de nove painéis informativos sobre as riquezas biológicas que podem ser observadas pelos visitantes. Cada estação encontra-se num local de elevada riqueza específica e paisagística, representativa dos habitats característicos da área. Os painéis funcionam como guia de campo e fazem referência a espécies emblemáticas e comuns.

A Estação da Biodiversidade da Ribeira da Foz integrou no passado dia 30 de Maio a rede das EBIO.

Estações da Biodiversidade


Em Portugal continental, existem 33 estações da biodiversidade abertas ao público e mais oito em construção. A maioria foi financiada pelos municípios onde se localizam, mas a Estação da Biodiversidade da Ribeira da Foz contou com o apoio da Altri Florestal.