Este website utiliza cookies para melhorar a navegação. Ao navegar no website estará a consentir a sua utilização. Para saber mais clique aqui.

Powered by

Unibanco
Sustentabilidade: como proteger o planeta enquanto viaja Sustentabilidade: como proteger o planeta enquanto viaja

Sustentabilidade: como proteger o planeta enquanto viaja

Sustentabilidade: como proteger o planeta enquanto viaja

Há muitas formas de tornar as nossas viagens mais eco-friendly, e não precisa de pedir boleia num veleiro para ficar a conhecer o mundo


Publicado em 15-Jan-2020

Um dos aspetos mais positivos de toda a atenção mediática dada aos plásticos é que os mojitos no hotel-tudo-incluído da República Dominicana já não vêm com a tradicional palhinha. Mas livrarmo-nos da palhinha é apenas uma gota dentro de tudo o que podemos fazer para ajudar o planeta a sobreviver a esta crise ambiental. Há mais e melhores formas de garantir que os nossos euros de turista são gastos de uma forma que nos deixe orgulhosos.

Por exemplo, entrar num hotel forrado a 10 tipos diferentes de mármore de Carrara e que recria na perfeição os canais de Veneza pode ser muito impactante, mas é melhor deixarmos o queixo cair a pensar em como é que tudo aquilo foi parar a um deserto no Nevada, ou a uma antiga colónia portuguesa ali para os lados da China. E nem é preciso ser assim tão ostentoso para cometer um atentado: bem mais prosaico (e por isso também com um impacto maior) são as águas minerais italianas servidas em metade dos hotéis do mundo — como se os países locais não tivessem água mineral perfeitamente boa. Tudo se soma a uma lista que continua no consumo exorbitante de água para manter os espaços verdes luxuriantes no meio de uma seca, ou na energia gasta em ar condicionado, por vezes ao ar livre. Felizmente, o reverso da medalha é cada vez mais frequente, com vários hotéis a aderirem ao mantra reduzir, reciclar, e reutilizar, e mesmo participando na recuperação da paisagem onde estão inseridos. Isto é especialmente verdade para hotéis em lugares paradisíacos, e a defesa dos recifes de coral é um caso sintomático, pois são muitos os hotéis ativamente envolvidos na recuperação desses recifes. No caso do Four Seasons em Koh Samui, os hóspedes podem até dar uma mãozinha nessa recuperação – mas só um bocadinho e depois de um curso. O objetivo é regenerar, não estragar… mas aqui ficam outras formas ainda de dar o nosso contributo.

Traveling light

Sustentabilidade: como proteger o planeta enquanto viaja | Unibanco

Uma regra basilar e não é (só) para evitar pagar excesso de peso na bagagem. Quanto menos toneladas as companhias aéreas transportarem, menor será o seu impacto. Multiplique-se por milhões de malas diariamente e percebe-se a dimensão do problema. Não vale a pena — é um desperdício absoluto — levar metade do roupeiro a passear de avião, para não sair do roupeiro do hotel.

Escolher uma companhia mais amiga

Sustentabilidade: como proteger o planeta enquanto viaja | Unibanco

As companhias aéreas já não perdem a fama de serem umas poluidoras, mas são indispensáveis para viajar e, sendo sinceros, por vezes a crítica é demasiado injusta porque muitas procuram ativamente diminuir e compensar a sua pegada. A “nossa” TAP, por exemplo, nem está nada mal neste capítulo: a modernização da frota está a reduzir o consumo de combustível e as emissões de CO2, e a renovação dos interiores dos aviões foi feita exclusivamente com design, materiais e mão de obra nacional. Até a pele dos assentos foi curtida de forma ecológica em Portugal. Foi, além disso, a primeira companhia de aviação do mundo a lançar um Programa de Compensação de Emissões de CO2 – que lhe valeu o prémio Produto Sustentável Mais Inovador, atribuído pela UNESCO. Um programa para o qual todos podemos contribuir quando viajamos.

Encontre um hotel que se preocupe

Sustentabilidade: como proteger o planeta enquanto viaja | Unibanco

Não existem estrelas de sustentabilidade para nos simplificar a tarefa, pelo que nos devemos certificar, caso a caso, se cumprem ou não com algumas regras de proteção ambiental – e não vale dizer que lavam as toalhas menos vezes para poupar água… Ainda assim, o Tripadvisor criou uma certificação ambiental, o EcoLíderes, por isso, sempre que pesquisar um hotel neste site procure pela folha verde, o selo dos EcoLíderes, para perceber todas as práticas de sustentabilidade desse hotel. E devemos obviamente dar primazia a estes sobre os outros, porque ao menos cumprem obrigatoriamente com alguns requisitos mínimos – ou não podem usar o selo.

Os animais não fazem parte dos serviços

Sustentabilidade: como proteger o planeta enquanto viaja | Unibanco

Ainda recentemente foram resgatados vários golfinhos de um hotel na Indonésia, presos num cativeiro sem as mínimas condições para os albergar. Tudo para entreter turistas, claro. Não entre nesses filmes, e lembre-se de que ver animais é no seu habitat natural, como as águas dos Açores ou as savanas em África. Afinal, não é para isso que viajamos? Não devia ser para ver um espetáculo de golfinhos numa piscina ou passear em cima de um elefante nos jardins do resort.

Use transportes públicos

Sustentabilidade: como proteger o planeta enquanto viaja | Unibanco

Regra tão válida lá fora como cá dentro. Os transportes públicos são a opção mais amiga do ambiente e o melhor meio para se deslocar e ainda apreciar a vista. Além disso, lá fora já não terá a desculpa de ter o carro ali à mão, e também não precisa de a arranjar alugando um. Outra boa hipótese são os novos serviços de bicicleta partilhadas: excelentes para passear na cidade e fazer desporto

Largue o telemóvel

Sustentabilidade: como proteger o planeta enquanto viaja | Unibanco

A notícia poderá surpreender, mas tantas fotos e filmes a transitarem constantemente para a “nuvem” representam muitos megas e gigas e teras de bites a passearem por aí. E as “nuvens” não passam de servidores gigantes instalados algures a consumirem enormes quantidades de energia, quer para operarem quer para a sua refrigeração. O seu impacto é já de tal forma grande que há quem defenda que poderão ultrapassar as próprias companhias aéreas brevemente. Por isso, nas próximas férias não seja tão rápido a disparar. Pense antes de tirar uma fotografia e pense mais ainda antes de a partilhar em todas as redes sociais.

Compre local

Sustentabilidade: como proteger o planeta enquanto viaja | Unibanco

A ideia daquele sombrero superbarato parece ser demasiado boa para resistir, até porque assim consegue levar um souvenir para toda a gente. Mas depois percebe que o sombrero foi feito no Bangladesh e, se calhar, chegou ao México ao mesmo tempo que você e lá se vai o brilho todo. Ou pelo menos devia ir. O mesmo é válido para os azulejos tipicamente portugueses, feitos na China, os Pinóquios da Índia, ou qualquer outro produto típico que não tenha sido feito no local. Não são autênticos e a solução devia ser sempre comprar o produto local, feito por artesões locais. Mesmo que custe mais caro. Compramos menos e adotamos a lógica do less is more.