Uma das formas mais eficazes de diminuir o impacto da diabetes na sociedade passa por envolver toda a família. As atitudes e a forma de estar no dia a dia, os hábitos alimentares e a adoção de uma vida saudável, sobretudo com a prática regular de exercício físico, são hábitos que devem ser comuns a toda a família. Não é por acaso que se diz que a diabetes é uma doença familiar. Mudar de hábitos é uma forma não só de apoiar quem tem diabetes, mas também de cuidar da saúde de todos. 

Hábitos de vida saudáveis


– Faça uma alimentação saudável.

– Mantenha o peso normal.

– Ande a pé todos os dias.

É importante não olhar apenas para o tratamento da diabetes, mas também para a prevenção!


O que pode comer?

Quem é diabético tem de tomar decisões sistemáticas sobre o que pode e deve comer, decisões essas que influenciam diretamente a saúde, já que, por si só, o tratamento – por medicação ou por insulina injetável – não é suficiente para manter os níveis de açúcar no sangue equilibrados. A alimentação deve, assim, assentar num equilíbrio entre a satisfação e as necessidades nutricionais.

É um mito pensar que os diabéticos não podem comer açúcar. Podem, mas não no dia a dia. Tal como todas as pessoas no geral! Pontualmente, os diabéticos podem comer alimentos com açúcar, sempre que representem um nível de risco controlado – por exemplo, em situações de festa. A alimentação saudável – e isto significa não comer doces todos os dias! – é igual para todos, tanto para o tratamento das pessoas com diabetes como para a prevenção da doença.

Este verão, prefira gelados caseiros!

View this post on Instagram

Gelado de abacate e cacau 🥑 🍫 ⠀ ⠀ Estes geladinhos são tão fáceis e deliciosos 🥰 para quem pergunta como fazer estes gelados sem banana 🍌 esta é a receita.⠀ ⠀ Aprendi a fazer estes gelados em 2016 com o livro da Leonor @nacadeiradapapa e são sempre obrigatórios no verão ☀️⠀ ⠀ 🍦 ingredientes:⠀ 👉 1 a 2 abacates bem maduros (cerca de 180g)⠀ 👉 5 c.sopa (40g) cacau cru em pó ou alfarroba ⠀ 👉 150g de tâmaras ou 125ml de adoçante a gosto⠀ 👉 250ml de “leite” vegetal ⠀ ⠀ 🌱 Num processador colocar todos os ingredientes e triturar até virar um creme⠀ 🌱 Distribuir pelas formas de gelado, colocar um pau de gelado em cada forma⠀ 🌱 Levar ao congelador por pelo menos 12h⠀ 🌱 Devorar 🤤⠀ ⠀ #madebychoices

A post shared by Made by Choices (@madebychoices) on

View this post on Instagram

Já está aberta a época dos gelados? 🍧🌞⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀ Amantes de manteiga de amendoim esta é para vocês 👉 gelado de banana e manteiga amendoim 🥜 ⠀ ⠀⠀⠀ 🌱 3 bananas congeladas⠀⠀⠀ 🌱 1 a 2 colheres de sopa de manteiga de amendoim⠀⠀⠀ 🌱 1/4 cup 60ml de bebida vegetal (usei de amêndoa)⠀⠀⠀ 🌱 100 g de chocolate mínimo 80% de cacau⠀⠀⠀ 🌱 2 colheres de sopa de óleo de coco⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀ 1 - Num processador de alimentos juntar as bananas congeladas, a manteiga de amendoim e a bebida vegetal.⠀⠀⠀ 2 - Triturar na velocidade máxima até virar creme.⠀⠀⠀ 3 - Encher formas de gelado com o creme.⠀⠀⠀ 4 - Colocar paus de gelado em cada forma.⠀⠀⠀ 5 - Congelar (mínimo por) 8 horas.⠀⠀⠀ 6 - Derreter o chocolate com o óleo de coco em banho maria.⠀⠀⠀ 7 - Quando o chocolate estiver totalmente derretido transferir para um copo.⠀⠀⠀ 8 - Desenformar o gelado.⠀⠀⠀ 9 - Mergulhar no chocolate e deixar todo o excedente do chocolate escorrer.⠀⠀⠀ 10 - Devorar de imediato.⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀ #semlactose #vegan #madebychoices #geladocaseiro #geladovegano

A post shared by Made by Choices (@madebychoices) on

Prevenir a diabetes tipo 2

É uma doença que ocorre habitualmente na idade adulta e está associada ao excesso de peso como resultado de uma alimentação pouco saudável e um estilo de vida sedentário. Para avaliar o risco de vir a ter diabetes tipo 2, a Associação Protetora dos Diabéticos de Portugal (APDP) desenvolveu um quiz que avalia o risco no prazo de 10 anos. Responda às perguntas e veja o resultado!

Cuidados no verão

Especialmente para quem tem diabetes tipo 1, o verão é uma época de especial cuidado. Os períodos de mais calor aceleram a velocidade de absorção da insulina, o que significa que quem é diabético deve evitar expor-se ao sol e às altas temperaturas. Deve ainda beber mais líquidos e evitar administrar insulina nas partes do corpo expostas com frequência ao sol. A redução da sensibilidade das pernas e dos pés nesta altura do ano pode também vir a ser um problema para quem tem diabetes, já que possíveis lesões podem levar ao desenvolvimento de úlceras de difícil cicatrização.

Conselhos rápidos


– Não deixe a medicação em locais de exposição direta ao sol.

– Guarde a insulina numa bolsa térmica refrigerada de forma a manter a temperatura inferior a 25-30°.

– Faça uma alimentação equilibrada, variada e fracionada, com refeições leves.

– Ingira diariamente entre 1,5 e 2 litros de líquidos, preferencialmente água.

– Evite bebidas alcoólicas.

– Prefira praticar exercício em ambientes frescos, ao amanhecer ou anoitecer.

– Proteja sempre os pés de forma a não se magoar. Evite andar descalço!

– Evite deixar os aparelhos de medição em ambientes com temperaturas elevadas.

Ver Fontes (4)